Pular para o conteúdo Pular para o menu principal
Portal do Governo do Estado do Rio de Janeiro
Contatos
Tel.: (22) 2543-5261
        (22) 2543-6252
        (22) 2543-6017
        (22) 2543-6073

(Av. Conselheiro Julius Arp, 85 - Centro, Nova Friburgo, RJ / CEP: 28623-000)

A Superintendência Regional de Dois Rios (Suprid) abrange integralmente os municípios de Bom Jardim, Cantagalo, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes e Sumidouro, e parte do município de Nova Friburgo (com exceção da Bacia do Rio Macaé). Corresponde à Região Hidrográfica VII – Rio Dois Rios, cuja área de abrangência é de 4.375,5 km².

.

.

<!--SiteStudioNavNodes.label--> Baía da Ilha Grande Lagos São João Piabanha Baía de Guanabara Médio Paraíba do Sul Macaé e das Ostras Sepetiba Dois Rios Baixo Paraíba do Sul Baía da Ilha Grande

A região da Superintendência Regional de Dois Rios (Suprid) possui grande potencial turístico em virtude da presença de inúmeras fazendas da época do café e da sua paisagem composta por montanhas e vales de grande beleza. Entre as atividades industriais, destacam-se a fabricação de produtos têxteis, metalomecânicos, plásticos e alimentícios, além da presença de um polo cimenteiro. Outra atividade que movimenta a economia regional é a agropecuária, em especial a produção de hortaliças, café e leite.

 

 Sede da Superintendência Regional Rio Dois Rios, em Nova Friburgo (Foto: Suprid)

 

Comitê de Bacia

O comitê atuante na região é o da Bacia Hidrográfica de Dois Rios (Comitê Dois Rios). Ao todo são 12 os municípios localizados integral ou parcialmente na bacia hidrográfica, totalizando pouco mais de 350 mil habitantes. Os municípios localizados na bacia são: Bom Jardim, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Itaocara, Macuco, Nova Friburgo, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes e São Fidélis.

Site: www.cbhriodoisrios.org.br

E-mail: cbhriodoisrios@agevap.org.br / apoiocomites@gmail

Licenciamento e fiscalização das atividades e empreendimentos potencialmente poluidores e utilizadores de recursos naturais;

Atendimento a denúncias e reclamações;

Atendimento às demandas dos órgãos de controle, como Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário.

Parques Estaduais

Na bacia do Rio Dois Rios estão inseridos dois importantes parques. O Parque Estadual do Desengano engloba o maior remanescente contínuo de Mata Atlântica na região Norte/Noroeste do Estado do Rio de Janeiro e abriga uma imensa variedade de plantas e animais nativos da Mata Atlântica, muitos deles raros e ameaçados, como o muriqui, maior primata das Américas e candidato a mascote dos Jogos Olímpicos de 2016.

O Parque Estadual dos Três Picos possui atributos naturais excepcionais e preserva extensa porção de Mata Atlântica em excelente estado de conservação. Seu nome evoca o conjunto de montanhas conhecido por Três Picos, que, com 2.316 metros de altitude, mais de 100 vias estabelecidas, além de enorme quantidade de trilhas para caminhadas e travessias, é considerado o ponto culminante de toda a Serra do Mar, sendo reconhecido pelos montanhistas como ponto de referência e um verdadeiro paraíso para escaladas de grande extensão e dificuldade, em um dos mais extraordinários conjuntos de montanhas de todo o país.

 

Região da Suprid vista do Pico do Caledônia, no Parque Estadual dos Três Picos (Foto: Vinícius Toledo/Hugo Silveira)

 

Mata Atlântica

Expressividade permite a presença de diversas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs).

 

Rio Grande

Maior rio da Bacia Hidrográfica VII, nasce na região serrana, a 1.500 metros de altitude, no Parque Estadual dos Três Picos. Nesse trecho inicial, os vales são ocupados por intensa e importante atividade agrícola, já que a região é responsável por grande parte da produção do estado. Antes de se encontrar com o Rio Negro para formar o Rio Dois Rios – que dá nome à bacia – o Rio Grande recebe as águas do Rio Bengalas, em cujos vales estão instaladas inúmeras indústrias, especialmente têxteis e metalomecânicas.

No passado, o Rio Grande foi forte indutor do crescimento da indústria do café, cujo legado é simbolizado pela existência de inúmeras fazendas históricas. Nos últimos anos, o potencial hidroelétrico dos rios da região tem sido muito explorado. Em toda a bacia existem 12 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) instaladas. 

Ocupação de áreas protegidas decorrente do crescimento urbano desordenado e da falta de controle e planejamento do uso do solo;

Desmatamentos;

Lançamento de efluentes industriais e sanitários sem tratamento nos corpos hídricos;

Uso intensivo de agrotóxicos no meio rural;

Queimadas.

Unidades de Conservação da Natureza (UCs) são áreas com relevantes características naturais delimitadas e protegidas por lei, como as reservas do patrimônio particular natural (RPPNs):

Parque Estadual dos Três Picos - Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo, Teresópolis, Guapimirim e Silva Jardim;*

Parque Estadual do Desengano - Santa Maria Madalena, São Fidélis e Campos dos Goytacazes;*

RPPN Bello e Kerida – Nova Friburgo;

RPPN Soledade – Nova Friburgo;

RPPN Woodstock – Nova Friburgo;

RPPN Córrego Frio – Nova Friburgo;

RPPN Panapaná – Nova Friburgo;

RPPN Vale do Paraíso – Nova Friburgo;

RPPN Bacchus – Nova Friburgo;

RPPN Sítio da Luz – Nova Friburgo;

RPPN Águas Claras II – Trajano de Moraes;

RPPN Verbicaro – Santa Maria Madalena;

RPPN Duas Pedras – Nova Friburgo;

RPPN Carpi – Nova Friburgo;

RPPN São José – Nova Friburgo.

*Permitida a visitação.

Campanha de Regularização de Recursos Hídricos

A Campanha de Regularização do Uso de Recursos Hídricos visa contribuir com o Plano Estadual de Recursos Hídricos e subsidiar a aplicação dos instrumentos de gestão das águas, fomentando o registro dos usos de recursos hídricos existentes e futuros, orientando a população para a necessidade de regularização, incentivando a preservação das reservas de água superficiais e subterrâneas e, quando necessário, aplicando instrumentos sancionadores legalmente previstos.

No município de Nova Friburgo, as atividades da campanha são executadas pela Suprid em cooperação técnica com a empresa Águas de Nova Friburgo, que, por concessão, é responsável pelo sistema de saneamento do município.