Pular para o conteúdo Pular para o menu principal
Portal do Governo do Estado do Rio de Janeiro
Contatos
(24) 2247-4939/3726

(R. Buenos Aires, 204 - Centro, Petrópolis, RJ / CEP: 25610-141)

Com sede em Petrópolis, a Superintendência Regional Piabanha (Suppib), correspondente à Região Hidrográfica IV, atende, integralmente, aos municípios de Areal, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto, Carmo e Sapucaia, e, parcialmente, aos municípios de Petrópolis, Paraíba do Sul, Três Rios e Paty do Alferes.

.      

.

<!--SiteStudioNavNodes.label--> Baía da Ilha Grande Lagos São João Piabanha Baía de Guanabara Médio Paraíba do Sul Macaé e das Ostras Dois Rios Baixo Paraíba do Sul Baía da Ilha Grande

A área da Superintendência Regional Piabanha (Suppib), correspondente à Região Hidrográfica IV, se destaca por sua vasta cobertura vegetal, composta pelos mais expressivos remanescentes da Mata Atlântica e pela consequente riqueza de sua fauna, que atrai a atenção de observadores de pássaros, mas também a indesejada atuação de passarinheiros. Além das aves, há um extenso registro de mamíferos nessa região.

 

 Um dos afluentes do Rio Paquequer, Parque Estadual dos Três Picos, Teresópolis (Foto: Suppib)

 

Alguns dos municípios abrangidos pela RH IV têm como atividades econômicas principais o turismo e o comércio. As atividades industriais aparecem com maior participação em Três Rios, Petrópolis (têxtil e moveleira) e Teresópolis. Petrópolis possui ainda um polo tecnológico em desenvolvimento. Outros municípios possuem atividades relacionadas à agropecuária (São José do Vale do Rio Preto - em especial, a avicultura -, Paty do Alferes, Sapucaia e Carmo). Areal apresenta sua economia centrada no setor de comércio e serviços.

Dentre as espécies em extinção encontradas na região do Piabanha, estão a suçuarana (Puma concolor); o macaco Muriqui (Brachyteles arachnoides), o maior primata das Américas; a lontra (Lutra longicaudis); a jaguatirica (Leopardus pardalis); o gavião-pega-macaco (Spizaetus tyrannus); e as aves saudade (Tijuca atra) e macuco (Tinamus solitarius).

 

 Sede da Superintendência Regional do Piabanha (Foto: Suppib)

 

Comitê de Bacia

A região está na área de atuação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piabanha e das Sub-Bacias Hidrográficas dos Rios Paquequer e Preto (Comitê Piabanha).

Site: www.comitepiabanha.org.br

E-mails: cbhpiabanha@agepav.gov.br / apoiocomites@gmail.com

Licenciamento ambiental de atividades potencialmente poluidoras ou degradadoras do meio ambiente;

Fiscalização das atividades que geram impactos no ambiente;

Regularização do uso de recursos hídricos;

Atendimento a denúncias de danos ambientais e a consultas do Ministério Público.

 

Apreensão de animais silvestres comercializados ilegalmente (Foto: Suppib)

 

Rio Piabanha

O Rio Piabanha, com 80 km de extensão, banha os municípios de Petrópolis, Areal e Três Rios. Seu principal afluente é o Rio Paquequer, de 75 km de curso, que banha os municípios de Teresópolis e São José do Vale do Rio Preto. A bacia do Rio Piabanha apresenta grande extensão de cobertura florestal, estimada em mais de 20% de suas terras, onde estão os mais expressivos remanescentes da Mata Atlântica. Destaca-se também, com 46% de cobertura florestal, a maior entre todas as sub-bacias individualizadas do Paraíba do Sul, a sub-bacia do Rio Paquequer.

O recebimento em suas águas de despejos domésticos sem tratamento, além de despejos industriais, ficou evidenciado pelas estações monitoradas pelo Inea, no centro de Petrópolis e próxima a sua foz. Na confluência com o Rio Paraíba do Sul, nota-se uma melhoria na qualidade da água. 

 Potencial Hídrico

O clima tropical de altitude, com altos índices pluviométricos no verão, fortalece a densidade vegetal da Floresta Atlântica, que mesmo agredida pelos anos de exploração, ainda serve de base para inúmeras quedas d’água e mananciais que abastecem em torno de um milhão de habitantes distribuídos em dez municípios.

Ocupação irregular e movimentação de terras em áreas de preservação permanente;

Despejo de efluentes industriais in natura e esgoto sem tratamento em corpos hídricos;

Desmatamento dos fragmentos de Mata Atlântica que recobrem parte dos municípios abrangidos;

Ação de caçadores e passarinheiros contra a abundante fauna da região;

Uso intensivo de agrotóxicos no meio rural;

Queimadas.

Unidades de Conservação da Natureza (UCs) são áreas com relevantes características naturais delimitadas e protegidas por lei, como as áreas de proteção ambiental (APAs):

Reserva Biológica de Araras - Araras;

Reserva Biológica do Tinguá - Duque de Caxias, Miguel Pereira, Nova Iguaçu e Petrópolis;

Parque Estadual dos Três Picos - Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo, Teresópolis, Guapimirim e Silva Jardim;*

Parque Nacional da Serra dos Órgãos - Guapimirim, Magé, Petrópolis e Teresópolis;*

APA da Bacia do Rio dos Frades - Teresópolis e Maricá;

APA da Floresta do Jacarandá - Teresópolis;

APA de Petrópolis - Petrópolis.

*Permitida a visitação.

 

Serra dos Órgãos (Foto: Suppib)

Campanha de Regularização dos Recursos Hídricos

A Campanha de Regularização do Uso de Recursos Hídricos visa contribuir com o Plano Estadual de Recursos Hídricos e subsidiar a aplicação dos instrumentos de gestão das águas, fomentando o registro dos usos de recursos hídricos existentes e futuros, orientando a população para a necessidade de regularização, incentivando a preservação das reservas de água superficiais e subterrâneas e, quando necessário, aplicando instrumentos sancionadores legalmente previstos.

Em Petrópolis, as atividades da campanha são executadas pela Suppib em cooperação técnica com a empresa Águas do Imperador S.A., que, por concessão, é responsável pelo sistema de saneamento do município.

 

Projeto de Educação Ambiental

Promove ações que estimulam a participação da sociedade nas mudanças da gestão ambiental, como trilhas ecológicas, palestras, visitas a unidades de conservação, workshops e distribuição de material informativo.

Saiba mais aqui.

 

Programa Coleta Seletiva Solidária

Estimula a reciclagem do lixo para evitar sua disposição em aterros sanitários.

Saiba mais aqui

 

Encontros com Gestores de Água

Em reuniões com a Suppib, gestores de água de toda a região abrangida pela superintendência debatem como mobilizar parceiros para a viabilização de projetos na área ambiental e com ênfase nas questões hídricas.

 

Suppib nas Escolas

Desenvolvido junto à rede pública de ensino, o projeto consiste na realização de debates, passeios e exposições com trabalhos artísticos confeccionados pelas crianças e adolescentes (quadros, telas, murais etc.) com temas ambientais.