As atividades de monitoramento e fiscalização se caracterizam por envolver uma diversificada área de atuação. Neste sentido, cabe realçar, por exemplo, as atribuições da Gerência de Tecnologia da Informação (GETEC) na administração do Portal do INEA, responsável por manter informada a população fluminense.

O monitoramento é executado por três unidades administrativas: Gerência de Qualidade do Ar (GEAR); Gerência de Geoprocessamento e Estudos Ambientais (GEOPEA); e no Centro de Informação e Emergências Ambientais (CIEM).

Tão, ou mais importante, a missão de monitorar a qualidade do ar e o risco de acidentes ambientais tem foco no público externo. Desnecessário mencionar a relevância de monitorar esses dois tópicos para a população, a fim de alertá-la sobre o risco de inundações. A emissão de boletins informativos pela GEAR e CIEM é um serviço de utilidade pública que alcança as defesas civis (Estado e Municípios), à mídia e uma série de outros atores.

Por fim, há a importante atividade de fiscalização e de controle da poluição ambiental. Executada pela Coordenadoria Geral de Fiscalização (COGEFIS).