A Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas (Dibap) é a responsável pela chamada agenda verde. Tem a competência de empreender ações para a conservação da biodiversidade fluminense, administrar as unidades de conservação (UCs) estaduais e promover e fomentar a restauração da Mata Atlântica do estado do Rio de Janeiro. Atua mais especificamente no planejamento, criação, implantação, fiscalização e gestão das UCs visando à preservação dos ecossistemas nativos e das paisagens naturais notáveis. Atua, ainda, na proteção da flora e da fauna nativas, na criação de reservas particulares do patrimônio natural (RPPN), na produção de mudas de espécies arbóreas nativas nos hortos estaduais e executando projetos de reflorestamento em áreas degradadas, visando ao aumento da cobertura florestal.